Clube Naval de Cascais

PortuguêsEnglish (UK)
 
 

2004 - O início das Obras

A nosso ver 2004 foi de novo um ano do qual nos devemos orgulhar no já extenso historial de grandes realizações que têm levado a uma afirmação nacional e internacional do Clube Naval de Cascais. Os factos mais marcantes deste exercício são pois: a vitória da nossa Candidatura à Organização do Campeonato do Mundo de Vela de Classes Olímpicas para 2007, o início das Obras da Nova Sede Social e Instalações de Apoio e a conquista do Premio de Vela KPMG (Espanha).

O CNC foi o promotor da candidatura Nacional à Organização do Campeonato do Mundo de Vela de Classes Olímpicas para a qual recebeu o suporte do Governo do País, da Câmara Municipal de Cascais e da Junta de Turismo da Costa do Estoril, e o apoio da Marina de Cascais e da Federação Portuguesa de Vela. Sob a coordenação do nosso Comodoro, Dr. Patrick Monteiro de Barros, a nossa candidatura saiu vitoriosa, concorrendo com representantes da Alemanha, Holanda, Grécia, Canada, Espanha e Coreia do Sul. Esta vitória vem mais uma vez comprovar a reputação das condições de mar e vento de Cascais, e do nome que o CNC, enquanto entidade organizadora de grandes eventos, granjeia junto da comunidade velejadora mundial.

Este campeonato trará a Cascais um número superior a 1.000 embarcações e cerca de 1.700 velejadores, representando mais de 70 países que disputarão 11 títulos mundiais. Por se apurarem aqui 75% dos lugares disponíveis para os Jogos Olímpicos de 2008 em Tokio/Quingdao e por ser o ano de comemoração do Centenário da ISAF, são factores que contribuem desde já para a grande importância deste evento e logo para o extraordinário interesse que vai despertar na nata da vela mundial, mas também para a responsabilidade e assim, o empenho acrescido que devemos colocar em tudo o que tem a ver com a sua organização.

A todas as entidades e pessoas que connosco colaboraram nesta candidatura aqui deixamos os nossos agradecimentos e conforme referido pelo Dr. Patrick Monteiro de Barros em varias ocasiões, esperamos contar com o apoio e colaboração de toda a comunidade velejadora nacional, quer sejam, atletas, dirigentes, treinadores, clubes, ou outras estruturas, pois este evento não será ser um evento do CNC, mas sim um evento da Vela Nacional.

Outra grande realização do ano, foi o início da obra de reconstrução da Sede Social e Instalações de Apoio, pois é uma ambição de todos os sócios há muitos anos. Após conclusão das obras de alargamento e rebaixamento do Cais Norte e da obtenção de todas as licenças necessárias, realizámos de acordo com as exigências da lei, um Concurso Público, para a empreitada em causa. Deste concurso saiu vencedor um consórcio composto pelas empresas, Construtora do Tâmega, S.A. e BC1- Sociedade de Construções, S.A., tendo o Auto de Consignação dos Trabalhos sido assinado no dia 22 de Dezembro. Nos termos da adjudicação, a qual foi efectuada pelo montante global de 2.970.881,39€, as obras terão o seu termo num prazo de 300 dias a contar daquela data.
Outro marco muito importante na vida do nosso Clube foi a atribuição de Melhor Clube do Ano 2004, nos "Prémios de Vela KPMG" que foram criados em 1992 pelo Monte Real Club de Yates de Bayona e a empresa de auditoria e assessoria KPMG, que distinguem anualmente as melhores equipas, velejadores, embarcações, projectos e instituições (públicas ou privadas) que de alguma forma se destacaram no mundo da vela. Neste âmbito o Clube Naval de Cascais foi eleito, por unanimidade do Juri, o Melhor Clube do Ano de 2004. Este galardão foi concedido pela criação e organização de grandes eventos de nível internacional, nomeadamente pela organização do Open de Vela da Costa do Estoril – Troféu Quebramar Chrysler.

Outro facto importante que ocorreu durante o ano e que merece aqui o nosso realce foi, a assinatura de um protocolo de colaboração com a Marcascais que teve como objectivo formalizar uma plataforma de entendimento no que respeita às actividades das duas entidades as quais se complementam e de conjugação de esforços no sentido de obter para Cascais os melhores eventos náuticos, de forma a valorizar as suas imagens.
Refere-se ainda que a lista apoiada pelo CNC, candidata às eleições da FPV saiu vencedora. Fazem assim parte dos Órgãos Sociais da FPV vários sócios do Clube, dos quais se destacam, o Dr. Pedro Beckert na qualidade de Presidente e o Dr. Patrick Monteiro de Barros na qualidade de Presidente da Mesa da Assembleia Geral. Não gostaríamos deixar de referir o quanto lamentamos o facto de Órgãos eleitos em Outubro de 2004, somente tomarem posse em Fevereiro de 2005, em virtude de um aproveitamento pelos Órgãos cessantes de regulamentos ou normas desajustados quanto às necessidades de uma transição de poder que devia efectuar-se em harmonia, para o bem do nosso desporto. Aos eleitos desejamos as maiores felicidades na prossecução dos seus mandatos e aqui deixamos uma mensagem de que poderão sempre contar com o CNC, para tudo aquilo que entendam que podemos ser úteis a bem da Vela Nacional.

Também queremos agradecer ao grupo Portugal Telecom que se tornou no Patrocinador Institucional do Clube Naval de Cascais estando presente em quatro provas Troféu Príncipe D. Henrique, Troféu S.M. El Rey Don Juan Carlos I, Campeonato Nacional de Snipes e Troféu Maria Guedes de Queiroz. Ainda no que diz respeito à organização de campeonatos, continuámos a política que vem sendo seguida de forte aposta nesta actividade, nomeadamente nos eventos anuais. Mais adiante referem-se em detalhe as nossas realizações, mas realçamos aqui o sucesso que mais uma vez tiveram nomeadamente, o Portugal Match Cup, o Open de Vela da Costa do Estoril – Troféu Quebramar Chrysler e o Troféu de Natal.

Continuámos a apostar fortemente na formação de velejadores, desde a Escola de Iniciação, até ao apoio aos velejadores olímpicos, passando pelas equipas de competição do CNC.

Um muito especial agradecimento ao Luís Esteves que este ano deixou de ser o Secretário Geral do Clube, pela forma como ao longo de 11 anos desempenhou as suas funções, sempre com a dedicação e empenho por todos reconhecidas, seja na defesa dos interesses do Clube, seja no desenvolvimento das suas actividades e apoio aos sócios. Um importante legado que nos deixou foi a recolha e organização de informação histórica e a preocupação que sempre teve com o ensinamento aos mais jovens daquilo que é a nossa tradição e história da qual muito nos orgulhamos.

Para finalizar esta introdução gostaríamos de agradecer a todos os membros dos corpos sociais – Mesa da Assembleia Geral, Conselho Geral e Conselho Fiscal – bem como a todos os colaboradores, que com o seu trabalho, dedicação e empenho, contribuíram para que 2004 fosse mais um ano de êxitos, para o nosso Clube.

Lido 4161 vezes Modificado em terça, 30 outubro 2012 13:41

O CNC é membro de

ICOYC Logo Rodape