Clube Naval de Cascais

PortuguêsEnglish (UK)
 
 

2005 - Campeões Mundiais

Os factos mais importante da actividade do Clube Naval de Cascais, no ano de 2005, foram sem dúvida os resultados obtidos pelos seus velejadores, com a vitória alcançada no Campeonato do Mundo da Classe 420, pela dupla, Tomás Silva e Francisco Gomes e o 2º lugar alcançado no Campeonato do Mundo de Juniores de Laser Radial, pelo Frederico Pinheiro de Melo.

Começamos pois este Relatório, felicitando estes campeões pelos resultados obtidos e cujos sucessos em muito enaltecem o nome da Vela Portuguesa e, em especial, o do CNC. Estes resultados bem como todos os outros, a nível Nacional e Internacional, alcançados pelos velejadores do CNC, são o resultado de uma política de formação que temos privilegiado na nossa actividade. As felicitações são pois extensíveis a toda a equipa desportiva, incluindo os outros atletas, treinadores e responsáveis da área, pelo excelente trabalho desenvolvido.

As obras das novas instalações estão a evoluir a um ritmo um pouco mais lento do que seria desejável, mas prevê-se que venham a estar concluídas durante o primeiro semestre deste ano.

A conclusão deste projecto irá dotar o Clube de uma infraestrutura que, estamos certos, irá finalmente proporcionar aos nossos Sócios um ambiente apelativo que fomente uma muito maior frequência das instalações pelos Sócios e suas Famílias e um seu maior acompanhamento nas actividades do Clube.

Apesar das limitações à utilização do cais e das improvisadas instalações sociais, por razões imputáveis às obras, tivemos uma actividade desportiva e social que foi, mais uma vez, bastante preenchida, quer através das Escolas de Vela e Equipas de Competição, quer devido aos eventos que realizámos de entre os quais destacamos, o Open de Vela Costa do Estoril - Troféu Quebramar/Chrysler, o Portugal Match Cup, as regatas integradas no Laureus Sports Awards, a Semana Internacional de Vela de Cascais, o Troféu S.A.R. Rey Juan Carlos, o Trofeu Infante D. Henrique e o Troféu de Natal.

Como corolário da iniciativa de um grupo de sócios, liderados pelo Vice-Tesoureiro, Charles Lindley, assinou-se em 21 de Junho de 2005, um protocolo com a Câmara Municipal de Cascais e a CERCICA (Cooperativa de Educação e Rabilitação de Crianças Inadaptadas de Concelho de Cascais) que regula a actividade da Vela Adaptada, sob o lema, Vela Sem Limites. Com o apoio daquelas entidades e o patrocínio da Seth, S.A., foi possível ao CNC, concretizar a aquisição de 5 barcos construídos especificamente para esta modalidade, uma rampa, um pontão de embarque, uma grua própria, coletes, etc.. O funcionamento desta actividade é garantido por uma estrutura formada por profissionais da CERCICA e por um grupo de sócios voluntários a quem muito agradecemos o esforço despendido.

Somente no decorrer do terceiro trimestre do ano, e depois da criação da Sociedade Portugal-Vela 2007, entidade que assumiu as responsabilidades do Estado Português no âmbito do contrato estabelecido com a ISAF em relação à organização dos Campeonatos do Mundo de 2007, começaram finalmente a avançar os trabalhos preparativos da organização desta importante prova, onde se inclui, já em 2006, a Semana Internacional de Vela de Cascais.

No que respeita às alterações que, em 2005, se verificaram na composição dos Órgãos Sociais do Clube, gostaríamos de comentar que, foi com muita pena que recebemos o pedido de demissão do cargo de Comodoro, apresentado pelo Dr. Patrick Monteiro de Barros. O Conselho Geral aceitou esta demissão, compreendendo e suportando integralmente as razões invocadas, e aprovou um voto de louvor, com aclamação, pelos extraordinários serviços prestados ao Clube no exercício deste cargo, nomeadamente no âmbito dos processos de candidatura à organização da America’s Cup, e à organização dos Campeonatos do Mundo de Vela da ISAF 2007. Estamos certos de que todos os Sócios nos acompanham nesta posição, e estamos também confiantes em que poderemos continuar a contar com o apoio e conselho desinteressados de tão ilustre sócio.

No entanto, foi com muita satisfação que acolhemos a aceitação pelo Dr. Miguel Horta e Costa, do convite formulado pelo Conselho Geral para assumir o cargo de Comodoro do Clube Naval de Cascais, tendo sido cooptado para este efeito por decisão do Conselho Geral aprovada na reunião deste Órgão que teve lugar, no mês de Dezembro.

Para finalizar gostaríamos de agradecer a todos os membros dos corpos sociais – Mesa da Assembleia Geral, Conselho Geral e Conselho Fiscal – bem como a todos os colaboradores, que com o seu trabalho, dedicação e empenho, contribuíram para que 2005 fosse mais um ano de êxitos, para o nosso Clube.

Lido 3829 vezes Modificado em quinta, 24 julho 2014 15:18

O CNC é membro de

ICOYC Logo Rodape