Clube Naval de Cascais

PortuguêsEnglish (UK)
 
 

Boas Vindas CNC

Mensagem do Presidente

GonçaloEsteves       

Bem- vindos a 2018!

Uma vez mais, o nosso Clube está preparado para um novo ano repleto de actividade, tanto desportiva como social.

Inicio estas linhas com um pequeno resumo daquilo que mais marcou aque que há pouco findou. Foi um ano de enorme actividade para o Clube Naval de Cascais, que logrou, inclusivamente, organizar duas provas do mais elevado nível, dois eventos de grande dimensão e projecção internacional: o Campeonato do Mundo da Classe Dragão e a RC44 Cascais Cup, penúltima etapa do circuito RC44 Championship Tour e ronda portuguesa de um dos mais competitivos circuitos de monocascos one design do mundo – com a RC44 Cascais Cup a manter-se, pelo sexto ano consecutivo, no topo das preferências dos reputados velejadores que participam nesta competição, confirmando o campo de regatas de Cascais como um dos melhores do mundo.

A par destas duas realizações, foi com extrema alegria que vimos o CNC organizar um número extremamente elevado de outras regatas. Ainda assim, não posso deixar de registar neste espaço duas das mais importantes: o Cascais Vela, o mais importante evento da modalidade em Portugal; e o IX Troféu Brisa, com a vela adaptada a continuar a provar ser mais um grandioso êxito para o nosso clube.

Não menos importante, e, por isso, uma nota que se refere ao ano de 2017, porém com amplitude também em 2018, devido ao formato da prova a que me refiro: a Volvo Ocean Race e o barco Turn the Tide on Plastic, do nosso sócio Paulo Mirpuri. De forma reluzente e muito corajosa, associado às mais nobres motivações (a preservação do planeta, nomeadamente através da conservação dos oceanos e dos mares), o Paulo abraçou este projecto e fez com que, pela primeira vez, um barco com as cores de Portugal estivesse presente numa das mais carismáticas e exigentes regatas do mundo. Algo que a nós, sócios do Clube Naval de Cascais, nos toca de forma ainda mais especial, por termos a bordo do Turn the Tide on Plastic dois consócios e velejadores do CNC, Bernardo Freitas e Frederico Pinheiro de Melo, integrando a tripulação, justamente, do barco do nosso consócio Paulo Mirpuri.

No mesmo sentido, mais um justo destaque referente ao ano passado, dedicado do nosso sócio Bernardo Torres Pêgo, jovem velejador que se iniciou na modalidade, precisamente, no CNC, e que, enquanto atleta do clube, integrou uma tripulação lusa que foi à Suíça conquistar o Campeonato Europeu de Dragão. Conseguindo, de caminho, alcançar mais um feito: o ter-se tornado, com apenas 15 anos, no mais jovem velejador de sempre a conseguir o título europeu da classe.

De grande êxito foi, em 2017, toda a actividade social do CNC. Neste domínio, gostaria de destacar, em particular, o mês de Outubro, em que levámos a cabo, pela primeira vez, aquilo a que decidimos chamar New Members Dinner&Cocktail Party. O conceito é simples: devido ao elevadíssimo número de novos sócios, portugueses e estrangeiros, que têm vindo a fazer parte da nossa família, considerámos que já teríamos massa crítica suficientes para poder, três vezes por ano, realizar este novo tipo de evento. Que não é fechado aos novos sócios, bem pelo contrário: é uma iniciativa em que todos os sócios do CNC são convidados a participar, e a receber os seus novos consócios, sendo que, depois, para o jantar, mediante inscrição e pagamento prévios, cada sócio decide se pretende ficar, ou não. Evidentemente, neste particular, a prioridade é dada aos novos sócios, para poderem trazer as suas famílias e os seus amigos e, pela primeira vez, jantarem no clube já como sócios de pleno direito.

Ainda antes de terminar o resumo do ano de 2017, mais algumas notas. A primeira, de grande satisfação, tanto para a classe SB20 como para a classe Dragão. Para a classe SB20, pela tão grande actividade que registou no ano passado, e pela sua enorme afluência às regatas, até nas próprias Club Race. Para a classe Dragão, por termos conseguido, na primeira Winter Series realizada após o Campeonato do Mundo, contar com dez barcos, o que foi, sem dúvida, um registo extremamente positivo.

Uma referência de enorme importância, também, para os nossos principais patrocinadores e apoiantes, sem os quais teria sido impossível realizar tudo o acima descrito. E, neste contexto, não seria possível deixar de referir o nosso principal apoiante e patrocinador, a Câmara Municipal de Cascais, assim aproveitando estas linhas para agradecer a sempre tão bem vinda presença aos nossos eventos do seu presidente, do seu vice-presidente e de alguns vereadores que muito nos têm apoiado com a sua visita. O mesmo se aplicando, naturalmente, também à Associação de Turismo de Cascais e ao Turismo de Portugal.

No que respeita aos patrocinadores privados, agradecemos o apoio de um sem número de instituições que estão com esta direcção desde o início do nosso mandato. A Marcascais, o Grupo M, a Mitsubishi, a Lusitania, a D.Pedro Hotels, a Quebramar, a Brisa, a Lindley e a Saúde Prime. Também agradecer aos patrocinadores que têm apoiado o CNC de há três ou quatro anos a esta parte, casos da OZ Energia,da Price Waterhouse and Coopers, do Millennium e do Casino Estoril.

Esta é, também, a oportunidade de, publicamente, uma vez mais dar as boas vindas aos mais recentes patrocinadores, e agradecer a aposta feita no Clube Naval de Cascais, em especial a Mirpuri Foundation, que abraçou o patrocínio das escolas de vela do clube, dando nome às mesmas. Por último, mas não menos importante, agradecer aos nossos apoiantes: Vista Alegre, Centralcer, Rádio Comercial, TVI, JcDecaux, Gráfica Simões e Gaspar e Leitão & Irmão.