Clube Naval de Cascais 80 years

PortuguêsEnglish (UK)
 
 
Start > 15/07/2019
End > 20/07/2019

TP52 Cascais 2019
TP52 Super Series

A Fórmula 1 dos monocascos volta a Cascais

Como diria um publicitário, está é, provavelmente, a melhor regata inshore do calendário mundial. O Rolex TP52 World Championship Cascais 2018, que terá lugar entre 17 a 21 de Julho, será o ponto alto daquela que já é considerada a melhor temporada na história das 52 Super Series, o espectacular circuito mundial criado em 2012 e que volta este ano às águas cascalenses. O vencedor sairá de Cascais com o título de campeão do mundo de TP52, um dos mais desejados por qualquer velejador profissional.

Dos 13 barcos em competição, sob as bandeiras de Itália, EUA, Grã-Bretanha, França, Turquia, Brasil, África do Sul, Alemanha e Rússia, nove são da nova geração, assinados pelos designers Botin Partners ou Judel Vrolijk. Mas serão mais de 20 as nações representadas pelos elementos das várias tripulações, formadas pelo melhores velejadores do mundo, amadores e profissionais, como Sir Ben Ainslie, Robert Scheidt, Terry Hutchinson, Ed Baird, Jordi Calafat, John Kostecki, Francesco Bruni and Vasco Vascotto. Para quatro equipas, este circuito é a melhor forma de se prepararem para a próxima America’s Cup, em 2021, que irá ser disputada na Nova Zelândia igualmente com monocascos de 75 pés. A estas juntam-se quatro equipas novas que irão elevar o já alto nível competitivo da prova.

A frota será liderada pelo Azzurra, campeão em título (e também de 2012 e 2015), e vai ter no leme Santiago Lange, campeão olímpico nos Jogos de Atenas (2004), Pequim (2008) e Rio de Janeiro (2016). O barco Gladiator, de Tony Langley, aparece mais forte este ano com a associação à Land Rover BAR, de Sir Ben Ainslie, de modo a preparar a participação na 36.ª America´s Cup.

Com o mesmo objectivo, junta-se à frota o Luna Rossa de Patrizio Bertelli, com Francesco Bruni no leme. E Doug De Vos, tricampeão das 52 Super Series (2013, 2014 and 2016), volta a liderar o projecto Quantum Racing, dirigido por Dean Barker a preparar a America’s Cup, onde irá navegar sob a bandeira do New York Yacht Club.

Após três anos de ausência, Eduardo de Souza Ramos regressa com o Onda, que conta com uma equipa 100% brasileira e que inclui como táctico o multi medalhado olímpico Robert Scheidt e o estatega Andre ‘Bochecha’ Fonseca, velejador olímpico em 49er e experiência adquirida em três Volvo Ocean Races. Outro regresso é o da equipa italiana XIO Hurakan, de Giuseppe Parodi, que continua a melhorar o barco com que a Quantum Racing venceu em 2013 e 2014 e terá ao leme Marco Serafini.

Com a missão de fazwerem melhor do que no ano passado, continuam o Phoenix, de Hasso Platner, que dirigirá o novo barco com a filha Kristina e o Sled, de Takashi Okura, que tem por base o New York Yacht Club.

Também com o novo barco, mantém-se o Platoon, segundo classificado no ano passado a somente sete pontos do Azurra e vencedor do Mundial de 2017, de Harm Müller-Spreer. De Vrolijk, vem igualmente o novo barco da equipa Provezza, do turco Ergin Imre. A frota fica completa com os britânicos Alegre, de Andy Soriano, os franceses Paprec Recyclage, de Jean Luc Petithuguenin e os russos Bronenosec Gazprom, de Vladimir Liubomirov.

A edição 2018 das 52 Super Series tem o atractivo suplementar de apresentar nove novos barcos, com novidades, ao nível de cascos, sistemas e lemes. O circuito TP52 é composto por cinco etapas: Sibenik (Croácia), de 22 a 27 de Maio; Zadar (Croácia), de 20 a 24 de Junho; Cascais, de 17 a 21 de Julho; Maiorca (Espanha), de 21 a 25 de Agosto; e Valencia (Espanha), de 18 a 22 de Setembro.

O Rolex TP52 World Championship Cascais 2018 é uma organização do Clube Naval de Cascais com o apoio da Câmara Municipal de Cascais.

 

 

 Resultados TP 2019

Results
Class Pos Helm